E-commerce: dicas incríveis para ter uma loja online de sucesso

O mercado online está em constante crescimento e inovações, dando mais oportunidades de compras para os consumidores de forma segura e prática. Nesse mercado, o modelo de negócio escolhido pela maioria dos empreendedores é o e-commerce. Mas afinal, o que é e-commerce?

Na língua portuguesa o e-commerce é um termo utilizado para nomear um comércio eletrônico – em outras palavras, vendas pela internet. Geralmente, nesse modelo de vendas é utilizado dispositivos móveis como, tablets, smartphones ou notebooks para a realização de transações financeiras em troca da comercialização de produtos e serviços pela internet.

O e-commerce oferece mais praticidade para varejistas e consumidores. Contudo, é preciso entender melhor as restrições e as características deste modelo para aproveitar o máximo as oportunidades que são oferecidas por uma loja online.

Se você deseja entender melhor sobre lojas online, está no lugar certo!
A Bento Contabilidade irá explicar com detalhes como funciona esse, que assim como qualquer outro negócio, também preciso de uma assessoria contábil.

Veja a seguir os tópicos que serão discutido ao decorrer deste artigo:

  • O que é o e-commerce e para que serve;

  • Como surgiu o e-commerce;

  • A evolução deste modelo de compras pela internet;

  • Os tipos de modelos mais utilizados para o comércio eletrônico;

  • As vantagens do e-commerce;

  • Como a Bento Contabilidade pode te ajudar.

O que é o e-commerce e para que serve

Apenas reforçando o que já foi dito anteriormente, o e-commerce é a compra de bens e serviços pela internet, onde as transações financeiras são feitas por dispositivos eletrônicos, como computadores e smartphones. A loja online serve para facilitar o modo de vendas que tem se mostrado uma excelente alternativa para as empresas ganharem mais visibilidade e alcançar novos públicos.

Atualmente, encontramos uma nova era de vendas de alimentos, automóveis, roupas, imóveis e etc. É possível comercializar quase tudo pela internet, oferecendo ao público soluções mais práticas e tecnológicas. Como resultado, muitas empresas antigas no mercado e aqueles empreendedores que estão engatinhando com a vendas online, estão cada vez mais em crescimento com o novo modelo de compras através de seus e-commerces.

Como surgiu o e-commerce

O comércio eletrônico começou a dar os seus primeiros passos no dia 11 de agosto de 1994, onde um homem vendeu um CD da banda Sting a seu amigo por meio de seu site NetMarket, uma plataforma de varejo americana. Este foi o primeiro registro de um consumidor que compra um produto de uma empresa através da internet, como conhecemos hoje.

Desde então, a venda pela internet evolui com a comercialização de produtos e serviços por meio de varejistas e mercados online. Tanto pequenas, como as grandes empresas se beneficiaram do comércio eletrônico, o que lhes permitiram vender seus produtos e serviços em uma escala que não era possível no varejo, ou seja, em suas lojas físicas.

Esse tipo de comércio online está crescendo tanto que as vendas globais no varejo devem atingir US $27 trilhões até final do ano de 2020!

A evolução deste modelo de compras pela internet

A venda de produtos pela internet é algo tão antigo quanto você possa imaginar. Neste tópico iremos apresentar a evolução deste modelo de compras e também alguns dos obstáculos que foi preciso superar.

  • 1979 – Michael Aldrich foi o primeiro homem a inventar a compra online conectando uma TV doméstica modificada a um computador de processamento de transações em tempo real através de uma linha telefônica doméstica.

  • 1982 – O Minitel (um pequeno terminal de consulta de bancos de dados comerciais existentes no Correios, nas Telecomunicações e nas Teledifusões existentes na França) foi introduzido na França e foi utilizado para pedidos online.

  • 1994 – A Pizza Hut oferece pedidos online em sua página web e o primeiro banco online é aberto.

  • 1998 – O PayPal passa a existir.

  • 2002 – A empresa eBay adquire o PayPal por U$ 1,5 bilhão e muda o escopo das compras online para sempre.

  • 2003 – Após oitos anos, a Amazon registra seu primeiro lucro anual.

  • 2012 a 2020 – O comércio eletrônico global e as vendas no varejo online aumentam exponencialmente. Tornando uma pandemia no mundo todo e na economia.

Os tipos de modelos mais utilizados para o comércio eletrônico

Existem quatro modelos que são os mais utilizados no comércio eletrônico e que pode ser feito quase todas as transações financeiras entre o consumidor e a empresa. São eles:

  1. A empresa para o consumidor (B2C):

A empresa comercializa um produto ou serviços para o consumidor, por exemplo, você compra decorações da sua casa no varejista online.

  1. Empresa para a empresa (B2B):

Quando uma empresa vende um bem ou um serviço para outra empresa, ou seja, uma empresa de desenvolvimento de software comercializa seu serviço para uma outra empresa.

  1. Consumidor para o consumidor (C2C):

O consumidor divulga seu bem ou serviço para outro consumidor, por exemplo,o mercado da OLX, onde o consumidor vende seus móveis antigos para outros consumidores.

  1. Consumidor para empresa (C2B):

Esse tipo de modelo é comum para consumidores que são influenciadores das redes sociais ou fotógrafos que vendem suas fotos para empresas ou organizações institucionais, ou seja, o consumidor vende seus bens ou serviços para empresa.

As vantagens do e-commerce

A principal vantagem de ter uma loja online é na redução dos custos comparados com uma loja física. Basta ter um ambiente para estocar os produtos e despachar os pedidos. Além disso, a loja online ajuda a ter uma visualização maior para atender os clientes como conforme seu público alvo, gerando conforto para os seus clientes. Ou seja, todos os resultados podem ser analisados e catalogados com o número de visualizações de um produto ou abandono de carrinho, e usados para orientar futuras decisões. Em consequência a esse mercado eletrônico, há uma conquista de competitividade em relação aos concorrentes.

Como a Bento Contabilidade pode te ajudar

Muitos empreendedores enxergam a contabilidade como um custo a mais para manter os custos dos negócios online. No entanto, a contribuição dos profissionais da contabilidade tem muito a oferecer ao crescimento de um e-commerce.

Desde a regularização da empresa até a obtenção de informações essenciais sobre os resultados financeiros, a Bento Contabilidade pode te ajudar a potencializar o seu negócio digital, já que a nossa experiência pode complementar os seus conhecimentos sobre a vendas dos seus produtos.

Entre em contato com a Bento Contabilidade. Somos especialistas na contabilidade para e-commerce e temos as ferramentas necessárias para o sucesso da sua loja online.
Se preferir, visite nosso escritório: Bento Contabilidade, contabilidade especializada na zona norte de São Paulo.