Contabilidade para Representante Comercial

Um representante comercial é aquela pessoa que irá mediar produtos entre os fabricantes e os consumidores. Ou seja, o seu papel é de intermediar as vendas.
Este profissional pode trabalhar de forma autônoma ou ser contratado por uma empresa. Mas, sua função não se limita apenas a vender produtos. Este representante de vendas precisa saber elaborar propostas personalizadas para diferentes clientes, além de ter jogo de cintura.

Como é a contabilidade para o representante comercial?

A contabilidade para o representante comercial irá ajudar no total controle financeiro, além de deixá-lo em dia com os assuntos burocráticos. Caso este seja autônomo, e queira começar sua própria empresa, podemos ajudar desde o início da abertura da empresa auxiliando em todas as etapas até o seu desenvolvimento.
Assim, a contabilidade para este nicho do mercado está encarregada no cuidado das tributações, burocracias e se ele poderá trabalhar como pessoa física ou se deverá mudar para pessoa jurídica.

O trabalho de quem está prestando serviço para outra empresa (que não é autônomo) deve ser ainda mais qualificada, e a contabilidade gerencial pode ser um ponto importante que prestará todo o suporte.

Além de tudo isso, a tomada de decisões sempre se baseia na situação financeira, e é esta parte que a contabilidade auxilia. Tudo isso implica no desenvolvimento visando sempre o crescimento deste empreendedor.

Se formalize no CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas)

Para que você torne funcional sua atividade como representante comercial, você deverá cadastrar o tipo de serviço oferecido no CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas). Portanto, você formaliza o tipo de produto que vende, seja ele cosméticos, roupas, acessórios, medicamentos, artigos de viagem, etc.

Defina a natureza jurídica

Após se formalizar no CNAE, verificar a sua natureza jurídica é a próxima etapa.
Assim, se você não trabalha registrado em uma empresa, é importante que analise qual a natureza jurídica que sua empresa se enquadra. Este é um passo fundamental em sua criação. Isto é, essa etapa tem como finalidade determinar a relação da pessoa jurídica ou privada com a fiscalização, mediante aos dados cadastrais.

Os tipos de natureza jurídica são:

– MEI (empresário individual): a pessoa física é a titular dessa empresa, sendo apenas ela parte da empresa. O nome da empresa é constituído por seu nome completo ou abreviado.
– Sociedade Limitada: composta por sócios que fazem circular bens, produtos ou serviços. Nesse nicho, é incluído as empresas que contribuem com o capital social e constituição empresarial.
– SS (sociedade simples): seus sócios não desempenham nenhuma atividade para o comércio, apenas para que desempenhem suas profissões, como advogados, por exemplo.
– Sociedade anônima: não tem nome específico e muito menos atribui a ela um capital social. Elas dividem suas ações e não podem transacionar livremente.
– EIRELI (empresa individual de responsabilidade limitada): tem como uma pessoa a responsável e o capital é exclusivamente dela. Entretanto, possui a condição de que o capital integralizado não deve ser menor a 100 vezes o
salário mínimo vigente.

Burocracias

Para que sua empresa e suas vendas sejam de sucesso, é importante que os documentos necessários estejam em dia. Isso ajudará ao controle total de tudo que acontece:

● Arquivos Eletrônicos
● Comprovantes de pagamentos dos impostos
● Comprovantes diversos
● Controle de Estoque
● Extratos
● Guias de Impostos ou Contribuições
● Movimentos e recibos
● Notas fiscais
● Notas fiscais de concessionárias
● Obrigações acessórias com SPED, DCTF, ECD, ECF, entre outras
● Registros de abertura de empresa e no CORCESP
● Relatórios financeiros
● Todas as obrigações legais na prefeitura, estado e receita federal

Manter esses documentos organizados também é fundamental.

Qual a importância da contabilidade para o represente comercial?

A contabilidade é essencial tanto para os representantes de vendas autônomos quanto para aquele filiado à alguma empresa, pois é ela quem regula e organiza as finanças. Isso irá garantir a melhor performance do representante comercial em suas vendas, poupando dores de cabeça e preocupações desnecessárias.


Para que suas vendas sejam um sucesso, é importante que você saiba se posicionar em frente ao mercado para se sobressair de todos seus concorrentes.
Preparamos aqui algumas dicas para você se tornar um bom representante comercial:

1) Saber se relacionar: para se dar bem nessa área, é preciso ser simpático, cordial, se interessar pelas necessidade do cliente, se colocar no lugar do outro e saber quais assuntos evitar e quais assuntos abordar.
2) Saber argumentar: respeitar a opinião do cliente desenvolvendo um bom raciocínio lógico para convencer o consumidor, é recomendado. Ao invés de entrar no automático e citar os benefícios dos produtos e compará-lo com
outros, saiba usar o argumento ao seu favor.
3) Flexibilizar: cada cliente possui sua necessidade. Assim, se atente ao perfil que irá lidar e posicione-se de acordo para a negociação.
4) Ter um aprendizado contínuo: essa é uma área que está em constante mudança, assim como as necessidade e os comportamentos dos clientes. Se informar sobre métodos de abordagem comercial e maneiras de otimizar
seus resultados fará com que suas vendas sejam um sucesso.
5) Identificar oportunidades: o representante comercial deve estar sempre ligado aos acontecimentos em sua volta, no mercado e na região em que está atuando. Fique de olho se novos concorrentes surgiram, ou se a demanda de algum cliente teve um aumento. Assim, você poderá bolar uma estratégia para aproveitar essa nova oportunidade.
6) Construa um relacionamento comercial: a negociação com seu cliente não é uma disputa. Não chegue dizendo os benefícios e vantagens, mas sim busque criar uma relação com este. Tudo isso criará um ambiente confortável
e favorável, para que a experiência seja memorável. Tenha conhecimento dos melhores horários para ligar para o cliente, quais meios de contato este prefere (WhatsApp, email, chamadas de voz etc.), qual foi a última vez que
ele comprou e entre outros. Basicamente, quanto maior a relação de vocês, mais fiel ele será.

Certamente, seguindo os passos acima, a contabilidade total de suas finanças será muito mais que necessárias. Suas vendas irão crescer e o lucro aumentar. Por isso, não deixe para amanhã para contratar um bom contador que irá te ajudar a administrar a contabilidade do seu negócio. São muitas burocracias e detalhes para se atentar. Por isso, não hesite na hora de abnegar seu controle financeiro para alguém que realmente sabe o que faz, como nós, da Bento Contabilidade.