Infoprodutores, saiba como distribuir os lucros

Para aqueles empreendedores que têm seu negócio digital vendendo infoprodutos e ainda não sabem como é a distribuição de lucros, fique atento, pois este artigo é para você!

Para iniciarmos o assunto, é importante colocar os pingos nos i ‘s. Nesse âmbito, é preciso entender que a distribuição de lucros é uma remuneração paga aos sócios de uma empresa e que está associada ao dinheiro investido na criação, quando criaram o negócio digital do zero.

Como funciona?

Ter a contabilidade para definir quais os lucros, despesas e a receita da sua empresa, são fundamentais.

Um negócio digital lucrativo conta com empresários que saibam vender seus infoprodutos e que eles sejam de qualidade. Proveniente disso, vem o lucro, um resultado positivo. Ao entrar dinheiro com os infoprodutos, o empresário ainda tem as despesas. A hospedagem do seu site, comissão de afiliados, entrega, materiais para fazer os infoprodutos, plataformas como a Hotmart, Eduzz, Monetizze entre outras… Então, após termos os lucros e as despesas, chegamos na receita.

A receita da sua empresa está relacionada com a entrada de dinheiro proveniente da venda do seu ebook, vídeo aula e qualquer outro infoproduto que você venda. Quanto maior for a diferença das suas receitas e despesas do seu negócio digital, maior será o lucro da empresa. Contudo, existirá impostos sobre isso. Esse regime de tributação pode ser: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Após definir quais os lucros, despesas e receita, ficará mais fácil de entender como será feita a distribuição de lucros. Este é um processo relativamente simples após ter esses dados. Siga os passos:

1º passo: Simulando que, por exemplo, sua empresa faturou R$500 mil e teve R$50 mil de gastos. Para chegarmos no lucro bruto, fazemos 500 mil – 50 mil = R$450 mil (lucro bruto).

2º passo: Sobre esse valor, o lucro bruto, irá incidir o imposto brasileiro. Supondo que ele seja de 10%, então, R$ 450 mil (lucro bruto) – R$ 45 mil (10% de impostos) = R$ 405 mil (lucro líquido)

Quanto cada sócio deve receber?

Para saber quanto cada sócio irá receber, dependerá de qual a sua porcentagem de participação na empresa, ou seja, as suas cotas. Se a empresa tem 2 sócios e cada um deles tem 50% de participação, cada um receberá R$202.500, ou seja, metade do lucro líquido.

Mas, é importante que você, empreendedor digital, tenha em mente que nem todo o faturamento da empresa deve ser retirado e dividido, segundo a contabilidade financeira. Antes de fazer essa distribuição, lembre-se que a empresa precisará de capital para se manter, e por isso, não “limpe” todo o lucro do caixa. Além de deixar essa reserva, para que o seu negócio digital seja de sucesso, pense em investimentos que contribuam para o crescimento do negócio. Ou seja, aplique dinheiro em melhorias para a empresa, e não se afobe ao ver todo aquele disponível para retirada. Até porque, secar a fonte do dinheiro sem se preocupar com a saúde financeira a longo prazo, é um erro de principiante.

Entenda sobre os prazos

O resultado em questão que deve ser apurado corresponde a cada ano. Se sua empresa já estava aberta antes de 2020, o resultado válido será do primeiro dia de janeiro até o último dia de dezembro de 2020. Mas, se sua empresa abriu no meio de 2020, a data correspondente deverá ser da data de abertura até o último dia do ano.

Cuidados com a distribuição de lucros

Caso você não tenha uma empresa de contabilidade geral para gerir esses lucros, é preciso entender algumas coisinhas. A Tabela de Presunção do Lucro Presumido determina qual será o valor de imposto federal devido. A Receita Federal presume o quanto faturado com os infoprodutos foi lucro. No mercado digital, seria de 32% para os infoprodutores, ou seja, determina quanto de lucro realmente você teria.

Então, se você ainda não entende de contabilidade básica e nem sabe como fazer a distribuição de lucros da sua empresa, é necessário que busque um escritório contábil ou um contador para te auxiliar. Caso o contrário, você poderá ser impedido de distribuir determinados lucros.

Pague seus impostos em dia

A lei determina que, se você tem um negócio digital com débito em tributos federais, ou seja, não tem os impostos em dia, a distribuição de lucros não pode acontecer. A distribuição só pode acontecer quando sua empresa quitar esses débitos.

Por isso, ter a contabilidade fiscal regularizada para que essas pendências não deixem de serem feitas, é de suma importância. Com tudo regularizado, você poderá fazer a distribuição de lucros sem nenhum impedimento.

Se sua empresa opera pelo regime Simples Nacional, o imposto apurado será feito pela DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Assim, deixar a DAS em dia e pagá-la mensalmente fará com que você fique em dia com a lei. Isso porque a DAS permite que todo o imposto seja pago em uma única guia.

Agora, se você chegou até aqui, sabe que há uma única coisa impedindo que você obtenha o máximo de lucro possível: o imposto.

Como pagar menos impostos?

Todo infoprodutor que quer ter um negócio digital milionário sonha com isso. Então, vamos te mostrar como isso é possível.

É preciso que, além de você focar no engajamento do seu infoproduto para gerar lucros, é preciso trabalhar com eles. Para isso, mantenha seus impostos em dia. Assim, o empreendedor digital terá isenção de imposto de renda.

O infoprodutor que junta todo os valores recebidos na conta jurídica quanto em outra plataforma que possua ou outros meios, deduz todas as despesas e chega a um valor líquido final. Esse valor líquido pode ser transferido para a pessoa física, ou seja, para você mesmo. Assim, é o empresário que irá decidir o que fará com o dinheiro, mas claro, desde que esse dinheiro seja contabilizado. Assim, recolher os impostos como pessoa jurídica e demonstrar que obteve o lucro faz com que na pessoa física não ocorra a incidência tributária.

Por isso, se apegue a manter os impostos da pessoa jurídica em dia.

Gostou do artigo? A contabilidade é um serviço essencial para a distribuição de lucros e para a redução de impostos.

Se ainda tem dúvidas e não entendeu muito sobre o assunto, entre em contato conosco.