Trabalha com Copywriting? Saiba mais sobre a contabilidade do seu negócio

Trabalhar com copywriting é algo em ascensão no mercado. Você sabe o que é copywriting?

Copywriting de forma simples é a criação de um texto para vender. Ou seja, são textos persuasivos exclusivos para a área de vendas, que compõem o conteúdo de e-mails, sites, catálogos, anúncios e cartas de vendas, por exemplo.

Indo mais a fundo, a escrita para o marketing de produtos ou serviços tem a finalidade de convencer o público alvo a comprar ou até mesmo a aderir a uma ideia. Atualmente, o copywriting para instagram, como descrição de posts ou até mesmo no Facebook, é muito comum.

Como dito anteriormente, esse novo segmento vem estreando no mercado e ganhando grande sucesso. Isso porque com a pandemia do coronavírus, as vendas aumentaram exponencialmente e a demanda para a criação de textos persuasivos vem sendo cada vez mais necessários. Essa demanda começou a existir devido ao grande número de compras online, assim como o aumento da concorrência, já que esse novo mercado fez com que as pessoas encontrassem novas oportunidades.

Visto isso, as pessoas começaram a fazer renda como profissional de copywriting, e não apenas trabalhar como freelancer de copywriting.

Com o aumento da renda mensal e da demanda do trabalho, muitas pessoas começam a ficar perdidas quando o assunto é financeiro, já que no meio de tanto trabalho e tarefas, perdem o controle de entrada e saída.

Trabalhar como copywriting é trabalhar de forma autônoma. Logo, uma boa gestão das finanças para vencer diversos desafios e alcançar o sucesso é fundamental. Por isso, ter uma boa gestão das finanças e uma base para dar continuidade nos negócios é o primeiro passo para aqueles que querem fazer profissão nessa área de vendas.

Um profissional que atua de forma independente deve ficar atento a sua vida financeira para evitar problemas com a Receita Federal e permanecer dentro da legalidade. Ainda mais quando sua renda começa a crescer descontroladamente. Se isso já está acontecendo, fique atento! É hora de você procurar o suporte da contabilidade financeira.

Se seu negócio como copywriting começou a crescer e você se vê perdido, sem saber o que fazer, neste artigo iremos falar sobre como a contabilidade pode ajudar você.

Contabilidade para autônomos

Se você acha que trabalhando com negócios online, como trabalhar com copywriting, não precisa recolher impostos sobre suas prestações e serviços, você está completamente errado. Quando seus serviços são prestados para pessoas jurídicas, o imposto é cobrado sobre a fonte pagadora. Caso o contrário, os impostos serão pagos no imposto de renda da pessoa física, mais conhecido como IRPF.

Além disso, quando se trabalha no regime da CLT, os descontos de INSS já vêm descontados em sua folha de pagamento. Contudo, para aqueles que trabalham com copywriting, precisam garantir suas contribuições para a Previdência Social. Por isso, falar com o contador sobre isso para ele te guiar e te explicar como você pagará a previdência mensalmente é importantíssimo. Além de garantir seu futuro, com esse suporte profissional você não irá correr riscos ou prejuízos, como cair na malha fina.

Como a contabilidade auxilia profissionais de copywriting

Produzir bons textos sabendo convencer os clientes sobre determinado produto ou serviço, é fundamental para o sucesso ao trabalhar por conta própria, além da determinação. Contudo, tempo, dinheiro, preparo, suporte e planejamento são mais que essenciais para que sua carreira decole. Por isso, para que você consiga tudo isso, contar com a contabilidade geral desde o início para que nada fuja do controle, é indispensável.

Mesmo que você saiba se organizar, de nada irão valer os dados obtidos se não souberem ser interpretados. Logo, para que sua carreira com copywriting se desenvolva de forma segura, ter a interpretação diagnóstica do contador é uma peça chave. Esse negócio em alta e novo no mercado dependerá dos dados interpretados, e o profissional conhecerá suas despesas, capital de giro e tributos. Ciente de tudo isso, suas decisões serão tomadas de forma mais assertiva e segura.

Muitos profissionais autônomos e não somente os da área de copywriting preferem cuidar da contabilidade de forma autônoma para economizar. Entretanto, sem os conhecimentos necessários dessa ciência, a vontade de economizar pode ser transformada em maiores gastos. Vale lembrar que as questões contábeis são extremamente burocráticas e complexas. Por isso, avalie se você é realmente capaz de dar conta de tudo.

É mais vantajoso atuar como Pessoa Física ou abrir empresa?

Essa é a pergunta mais comum dos profissionais de copywriting. Mas a resposta é que depende da sua situação. Ou seja, cada caso é um caso. Tudo deve ser colocado na ponta do lápis, pois os impostos estão diretamente relacionados com o faturamento anual do profissional de copywriting.

Por isso, antes de abrir uma empresa ou continuar atuando como pessoa física, contrate o profissional com capacidade. A importância da contabilidade não se dá apenas em questões burocráticas e legais, mas também para que você trace estratégias para pagar cada vez menos impostos. O contador fará uma análise do seu perfil e assim poderá responder com propriedade se é ou não vantajoso continuar atuando como pessoa física ou se é melhor migrar para a jurídica.

Planejamento tributário para autônomos em copywriting

O planejamento tributário é um estudo levantado pelo profissional para não pegar os clientes de surpresa quando os impostos chegarem. O contador faz um levantamento de todos os impostos que o profissional de copywriting deve pagar, ajudando-o a se preparar financeiramente.

Para a pessoa que trabalha com copywriting e está se perguntando se deve continuar atuando como pessoa física ou não, fazer esse planejamento pode te auxiliar na tomada dessa decisão.

Caso queira fazer uma análise do seu perfil, contacte a contabilidade tributária para tomar a melhor decisão para o seu negócio.

Como fazer um bom copywriting e ganhar bem?

Essa escrita é conhecida como uma escrita persuasiva, e a principal arma utilizada para convencer o público-alvo é apostar nos gatilhos mentais.

Os gatilhos mentais, de forma simplificada, são mecanismos cerebrais que tornam mais rápido o processo de decisão. Segundo Robert Cialdini, os princípios que nos levam a tomar uma decisão mais rápida são: reciprocidade, aprovação social, afinidade, autoridade, escassez e compromisso.

A reciprocidade está relacionada ao ser humano responder positivo com algo positivo. A aprovação social, como o próprio nome diz, é a busca da aprovação das nossas decisões por outros. A afinidade é a conexão psicológica com alguém que se parece com ela. A autoridade é obedecer a aqueles que ele julga ser superior a ele. A escassez é o comportamento acionado quando estamos prestes a perder algo, e por fim, o compromisso é ao se comprometer publicamente com algo, ela se sente pressionada a se comportar do modo prometido.

Gostou? Para se livrar dessas burocracias da administração financeira, contrate a Bento Contabilidade.