Contabilidade para E-commerces Nacionais

O e-commerce no brasil, as famosas lojas virtuais, tem sido um ótimo negócio para investimento. Isso porque se trata de um modelo de negócio que ganha muito espaço e pode abranger muitas áreas como: e-commerce de moda, e-commerce de marketing digital, e-commerce na Magazine Luiza, e-commerce no Instagram etc. Essas lojas no ambiente online, ou seja, o e-commerce na pandemia, tem causado uma boa satisfação quando analisada as vendas e o crescimento rápido de negócio.

Mas, apesar de ser uma empresa virtual sem estruturas físicas, é importante ter em mente que as obrigações ainda existem. Por isso, estar por dentro de como funciona a contabilidade antes de começar um e-commerce do zero e como funciona um e-commerce na prática são tarefas que devem ser feitas antes de se “jogar de cabeça”. Sendo assim, é fundamental que tenha auxílio da contabilidade avançada especializada em e-commerce para abrir sua empresa, ter o fluxo de caixa controlado, calcular a tributação e principalmente, orientar decisões ao longo do trajeto.

Pensando em você, empreendedor(a), fizemos esse artigo para te dar uma base de como funciona a contabilidade para e-commerce nacional. Confira!

O que é necessário saber sobre contabilidade para e-commerce?

Mesmo que a contabilidade para negócio físico não seja tão diferente da contabilidade para negócios virtuais, é importante se atentar a algumas questões:

Impostos a serem pagos

É importante ressaltar que os impostos a serem pagos variam de acordo com o tipo do seu e-commerce e, por isso, uma contabilidade total especializada é de suma importância. Os impostos principais que podem variar de acordo com o produto vendido e o regime tributário são:

  • Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS);
  • Programa de Integração Social (PIS).

Quais as especificidades do ICMS?

Esse imposto nos e-commerces ao final da compra são repassados para o cliente. Outro ponto importante relacionado ao ICMS é que a alíquota deste imposto varia de acordo com o estado em que a nota fiscal será emitida.

Mas, e se o estado do cliente for diferente do estado do e-commerce? Bom, o ICMS cobrado é feito de acordo com a alíquota definida pelo estado do cliente. Logo, o processo de venda e pagamento desse tributo foi simplificado. Isso porque a alíquota do ICMS varia, logo, esse imposto não tem valor fixo uma vez que depende do estado em que a mercadoria compra irá.

Regimes tributários

A contabilidade tributária para e-commerce normalmente trabalha com apenas os três regimes tributários: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

Simples Nacional

Como o próprio nome diz, é o regime tributário mais simples e com menos burocracias. Os impostos também são pagos de forma mais simples, sendo recolhido em apenas uma única guia. Os e-commerces que se enquadram nele são aqueles que faturam até R$4,8 milhões.

Lucro Presumido

Nesse caso o pagamento dos impostos é feito a partir de alíquotas sobre o lucro total e o percentual da receita. No caso de empresas que prestam serviços o valor é de 32% e 8% para empresas comerciais. Os e-commerces que se enquadram nele são aqueles que faturam até R$78 milhões.

Lucro Real

O regime mais complicado entre os dois primeiros, o cálculo é feito de forma mais complexa e que conta com a ajuda da contabilidade financeira. As alíquotas dependem do lucro líquido de determinado período.

Qual a importância da contabilidade para e-commerce?

A contabilidade é um serviço essencial para que seu negócio cresça de forma saudável e ao mesmo tempo fique regularizada sem pendências contábeis. Veja a seguir o papel da contabilidade para saber como começar o e-commerce de forma segura.

Análise

Uma das principais tarefas da contabilidade básica para o seu negócio é a análise das condições contábeis. Isso ajuda a entender melhor o seu negócio e estudar as condições antes de abrir de fato o e-commerce.

 Legalização

A legalização, mais conhecida como abertura do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas) está relacionada com o fato da empresa conseguir emitir Notas Fiscais. Além dessa parte burocrática, passa confiança aos seus clientes, conseguir bons fornecedores, cobrar os inadimplentes, entre outros.

Registro

A contabilidade no seu e-commerce irá registrar todas as transações financeiras que acontecem, como: recibos, notas fiscais e demais entradas ou saídas do caixa. São fundamentais para criar um sistema de dados para serem analisados mês a mês e definir os próximos passos da empresa.

Além de registrar, a escrituração contábil é uma das tarefas que os contadores realizam.

Cumprimento das obrigações fiscais

A contabilidade fiscal irá garantir que seu e-commerce não crie problemas com o fisco. Cumprir as obrigações dentro da lei é uma das obrigações que não podem ficar pendentes.

 

Acompanhamento

Ter uma análise mensal dos dados, de entrada, saída impostos etc. requer um profissional contador experiente e capaz de controlar todos esses eventos e interpretar. Por isso, compreender orçamentos, saber planejar e investir transformará seu negócio.

O que é necessário para fazer um planejamento contábil eficiente?

Desde 2021, o e-commerce no Brasil começou a ganhar força e se tornar a principal ferramenta de vendas. Para se manter no mercado, é preciso usar medidas que garantam uma visão mais ampla e eficaz do negócio. Para isso, é preciso ter um planejamento financeiro eficiente, elaborar planos e traçar metas e objetivos.

Abaixo, listamos etapas que precisam ser feitas no seu e-commerce:

Definir o regime tributário ideal

Com ajuda da contabilidade tributária, é feito uma análise para escolher a melhor alternativa e enquadramento do seu negócio digital.

Conhecer os períodos de apuração da tributação para e-commerce

As leis do Brasil são complexas e sofrem constantemente mudanças. Por isso, o profissional especializado será capaz de acompanhar as mudanças e não deixar que multas ocorram.

Conhecer o lucro do negócio

Estar ciente da movimentação financeira para poder tomar decisões de acordo com a realidade é fundamental. Por isso, monitorar o fluxo de caixa é super importante.

Tem dúvidas? Fale com um dos nossos especialistas!