A importância da presença digital das empresas em meio a crise do Coronavírus

Antes do ​coronavírus​, era difícil ver muitas pessoas com tempo ocioso mexendo no celular. Geralmente, estavam presas em suas rotinas e afazeres que exigiam muita atenção e dedicação. Ajudar o filho na tarefa de casa, levar o carro para o mecânico, pagar o boleto da mensalidade de um curso que começou na rua ao lado, cozinhar, trabalhar na empresa até 20:00 e tantas outras tarefas que cada um tem e que, definitivamente, que leva muito tempo! Porém, no cenário de quarentena as coisas mudaram radicalmente.

Sem estar naquele ritmo frenético, o tempo não se torna tão escasso e a possibilidade de ficar mais tempo no celular aumenta. Seja pela sede de saber das notícias que mudam a cada hora, quanto pela ansiedade de querer comprar algo, ver um tutorial de alguém que admira, aprender uma receita nova, enfim, se conectar com aqueles que ama e que no momento estão longe. Dessa maneira. a presença digital das empresas ganham muita relevância. Você deve estar se perguntando o porquê, né?

Bem, ao ter mais presença a empresa ganha mais visibilidade. E como há muitas pessoas conectadas, há mais chances de empresas que utilizam as redes, impactar mais pessoas e consequentemente vender mais, e ter mais lucro em meio a crise do coronavírus. Mas, como fazer isso? É só postar algo no Instagram e pronto?

Não, não se baseia em quantidade de postagem, mas na qualidade desses posts. Aqui vão algumas dicas para que sua presença digital tenha bons resultados:

1- Você sabe com quem você está falando?

Conhecer seu público alvo é essencial. Não basta postar e esperar que haja comentários e compartilhamentos se você não fala a língua do seu consumidor. Já parou para pensar nas dores que ele sente neste momento de quarentena, e como aliviar a dor dele? Essa é uma grande chance de criar um elo de confiança e se aproximar mostrando que ele não está sozinho e que sua empresa se preocupa com o bem-estar físico e mental dando algum serviço/produto de graça por um período de tempo, fazendo lives, entregando material em formato de e-book, etc. Para isso, conhecer as pessoas com quem você fala se torna um ponto primordial.

2- Conteúdo é a chave do sucesso

Se você já sabe o que seu cliente precisa, que tal criar um planejamento de postagens? Fique atento a isso, porque o seu público terá contato maior com a sua marca, e seu conteúdo precisa ser bom para captar o interesse dele e fazê-lo permanecer contigo dentro das redes. O que faria seu cliente mais feliz? Ele gostaria de dicas? Posts simples e com informações relevantes? O que ele tem se interessado no momento?

Victor Peçanha, cofundador da ​Rock Content​, disse em uma matéria da Revista Pegn: ​“O cliente de uma academia não deixou de querer ficar em forma. Se eu sou de dono de uma, posso fazer lives e postar aulas no Instagram, ajudando a resolver essa dor sem tentar vender. Quando a situação se acalmar, as pessoas lembrarão dessa ajuda.” Entende o grande X da questão? Seu conteúdo vale ouro, e a relação que o público tem com sua empresa, se torna mais forte.

3- Ser vulnerável

Deixar seu negócio mais humano pode abrir grandes portas para parcerias, e conexões. De acordo com a ​Push​, para humanizar sua marca, você precisa contar sua trajetória: ​“conte a história do seu negócio e de como surgiu a ideia, mostre as pessoas que fazem a sua marca, conte os erros e acertos - mostre o lado humano para gerar aproximação.”

Ao unir o fato de resolver algo que incomoda seu cliente, com presença digital em que seus posts geram uma reflexão e o faça aprender e ter uma visão diferente sobre determinado assunto relacionado a sua empresa, e com essa humanização, as chances de realizar vendas no atual cenário aumenta muito, fora a quantidade de vendas que poderá ser concretizada no futuro. Fica difícil esquecer sua marca.

Caso você não conheça o podcast do Thiago Nigro, recentemente foi postado um conteúdo justamente relacionado a este assunto, de ​como encantar o cliente​. Dê uma olhada, vai agregar muito na sua jornada empreendedora.

 

4- Anúncios? Sim!

Não é o momento de descartar os anúncios. Eles são importantes para que você alcance mais pessoas interessadas no seu trabalho e com a quarentena, há mais chances de ter um bom retorno. Siqueira do RD, disse para a Revista Pegn: “Não adianta colocar anúncios se você não estiver medindo os resultados e não souber o quanto eles refletem em vendas.”.Então, tenha atenção a este item, porque o seu tempo e dinheiro estão em jogo, e sua empresa pode realmente obter bons lucros se estudar as estratégias ideias para aplicar no momento.

5- Metas nunca são demais

Se você quer obter X faturamento, precisa montar uma meta, certo? E não é por conta do coronavírus que isso mudou. Então, que tal unir o time da sua empresa e fazer uma reunião por ​vídeo chamada para conversar sobre uma meta para ser conquistada? Não tenha receio de ter objetivos e ir em busca deles.

6- Não se acomode

Não é porque os resultados estão positivos que você deve apenas relaxar e ver seu negócio crescendo. Busque ficar ligado em tudo, para estar flexível e preparado a possíveis mudanças comportamentais do seu consumidor. É válido criar um plano B, projetos, coisas que movimentam seus clientes porque ele pode se cansar, e afetar sua marca. Enfim, não se esqueça de que nesse momento delicado, há uma oportunidade de estar com seu consumidor e trazer conforto e bem estar. Isso é muito poderoso, e com certeza seu negócio terá prosperidade se essa for uma meta essencial dentro da sua equipe de suporte, marketing, finanças, etc. Caso você tenha ficado com alguma dúvida, ​entre em contato​ com a ​Bento Contabilidade​. Iremos te auxiliar.

By contabilit Coronavírus 0 Comments