Contabilidade para afiliados: tudo o que você precisa saber

Contabilidade para afiliados: tudo o que você precisa saber

O serviço de ​ contabilidade para afiliados é uma serviço exclusivo para
profissionais que dedicam-se à venda de produtos digitais e elaboram estratégias de
marketing digital. Mas afinal, o que são os afiliados? Trata-se de alguém que indica
produtos feitos por outras pessoas e recebem comissões pelas vendas realizadas.

O programa de afiliado mudou a vida de muitas pessoas, que por meio dele
conseguiram obter uma renda extra. Com esse nicho crescendo no mercado de
trabalho, muitos profissionais decidiram formalizar o seu negócio.

É normal que diversas dúvidas de como enquadrar seu negócio, surjam, por isso,
convidamos você a continuar lendo este artigo, pois a ​ Bento Contabilidade é uma
empresa contábil experiente em negócios digitais e certamente aqui, você
encontrará as respostas que precisa.

Como abrir uma empresa como afiliado

Com o crescimento do mercado online, é cada vez mais comum empreendedores
terem interesse em abrir uma empresa para vender produtos ou serviços
diretamente pela internet.
Abrir um negócio no mundo virtual exige praticamente as mesmas etapas para abrir
qualquer empresa. Trouxemos dois tipos mais comuns de como regularizar a
abertura da sua empresa.

● Erieli
● Sociedade limitada

Empresa individual de responsabilidade limitada - Erieli

É um formato empresarial que pode ser constituído por apenas um sócio. Para abrir
uma Erieli, é preciso declarar um capital social de no mínimo 100 salários mínimos
atuais. O empresário não tem seu patrimônio pessoal afetado por dívidas da
empresa.

Sociedade limitada - LTDA

A empresa formada por uma sociedade limitada envolve a atuação coletiva de dois
ou mais sócios, deixando a responsabilidade limitada ao seu capital social. De
acordo com o SEBRAE, é a sociedade empresária mais adotada no país, por ser
mais simples e também porque protege o patrimônio social.

De qualquer forma, para abrir um negócio pela internet é preciso de um contador
experiente pois, ajuda bastante o empresário cuidar das partes criativas, enquanto o
contador toma conta da parte burocrática

 

O afiliado deixou de ser MEI (Microempreendedor Individual)

Antes do ano de 2019, os afiliados de produtos digitais podiam ser
Microempreendedor Individual​ , conhecido como MEI. No começo do ano de 2019,
houve uma atualização na legislação e os afiliados deixaram de se enquadrar como
Microempreendedor Individual. Dessa forma, a única maneira legal para que o
afiliado mantenha sua atividade regular, sem ter complicações junto às ​ Receitas
Fazendárias, é mudar sua empresa de MEI para ME (Micro Empresa) no Simples
Nacional.

No entanto, ter uma empresa de marketing digital totalmente legalizada, com as
atividades corretas e contribuindo para o ​ Simples Nacional​ , exige mais da
habilidade de um prestador contábil, desde a parte de classificação técnica da
abertura de uma empresa, até a compreensão de que o afiliado profissional iniciante
trabalha sozinho e não tem muito dinheiro disponível para essa transformação
repentina.

O que seria abertura de uma empresa pelo Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime tributário que reúne os principais tributos e
contribuições existentes no país, em sua grande maioria, administrados pela
Receita Federal, mais o ICMS ( de âmbito dos Estados e DF) e o ISS ( de âmbito do
municípios). Os únicos que podem aderir ao Simples Nacional são microempresas,
pequenas empresas e microempreendedor individual que estão regulamentadas
pelo Estatuto.

O regulamento do aumento do teto anual de faturamento para que as empresas
possam se enquadrar nas regras do sistema, é o seguinte:

● Microempreendedor Individual: até $81 mil;
● Microempresa: até $900 mil;
● Empresas de Pequeno Porte: até $4,8 milhões.

Todos os estados e municípios podem participar da obrigatoriedade do Simples
Nacional, mas o teto de faturamento pode mudar de região para outra.

Como funciona a tributação?

Uma das melhores formas de ajudar a crescer o seu empreendimento online é
legalizar. Uma aspecto que muitas pessoas acabam esquecendo na hora de montar
seus negócios com o programa de afiliados, é a questão tributária.

Como o afiliado declara o imposto de renda?

O imposto de renda para os afiliados é um assunto pouco conhecido entre os
profissionais. O imposto de renda não é nada menos que um valor anual
descontado do seu rendimento e entregue ao governo federal. Ele recebe o nome
de IRPF (Imposto de Renda por Pessoa Física) e é abreviado por IR. O órgão
responsável pela recolha do imposto de renda do Brasil é a Receita Federal. Para
trabalhar com o marketing de afiliados é importante saber mais sobre o assunto
porque os afiliados recebam comissões de diversos anunciantes e como qualquer
pessoa física que recebe rendimentos, também precisa declarar imposto de renda.
As consequências de não fazer as declarações até a data correta são
principalmente multas cumulativas.

Como gerar o documento de IR na Lomadee

A Lomadee é um programa que gera o documento de IR para o afiliado. Apenas
entre na plataforma de "Pagamentos" e dentro da aba clique em "Informe de
Rendimentos". Uma dica importante é que esse valor de comissão no ano só
aparece quando você gera o IR.

Esse documento será baixado em formato de PDF e pode contar uma ou mais
páginas dependendo de quantos anunciantes te pagarem por comissão. O
importante é sempre checar todas a páginas e entender que cada uma representa a
renda gerada por um anunciante diferente. Na hora de declarar, você irá usar todas
as fontes de rendas diferentes, mesmo que esteja sendo pagas todas pela
Lomadee.

A declaração do IR

Muitas pessoas optam em procurar um contador especializado no assunto, mesmo
sendo algo que qualquer pessoa possa fazer seguindo as regras no site da Receita,
mas que gera uma demanda desnecessária, até porque é necessário tempo e um
conhecimento mínimo para fazer a declaração sem erro.

A ​ Bento Contabilidade ​ é especializada no nicho de marketing digital de afiliados.
Oferecemos todos os serviços contábeis e todas as orientações para que o afiliado
trabalhe da maneira correta e tranquila, sem nenhum tipo de problema fiscal.