Ideias de negócios online para começar a empreender

Ideias de negócios online para começar a empreender

O mundo da internet é vasto, sobre isso não há dúvidas. Mas você sabia que a quantidade de negócios online também é enorme? Há quem diga que ganhar dinheiro pela internet é impossível e muito complicado, mas se você adentrar nas pesquisas e entender melhor seu funcionamento, vai começar a ficar animado com as facilidades que se tem na palma das suas mãos. Você pode ganhar dinheiro na sua casa, a hora que quiser. Quer saber como? Então vamos lá:

1- Programa de afiliados

Caso você não queira ou não possa tirar dinheiro do seu bolso para investir em um produto, essa é uma boa opção. Basicamente esse tipo de empreendimento online se baseia em criar uma conta em uma plataforma como Hotmart, Monetize, Eduzz, entre outras, e escolher um infoproduto.

E o que é um infoproduto? São os e-books, cursos online, workshops, que estão disponíveis nestes site e prontos para venda. Ao se afiliar a um produto, você automaticamente ganha um link específico de vendas e ganha conforme as pessoas realizam compras através dele, nas redes sociais, por exemplo.

Neste caso, vale conhecer um pouco de marketing digital, edição de imagens, efeitos do Instagram, chamadas que atraem no Facebook e regras que devem ser seguidas como: não criar spam, não seguir muitas pessoas em pouco tempo para não correr o risco de ser bloqueado ou até mesmo, perder sua conta.

2- Consultoria online

Outro tipo de empreendimento online que não exige investimento é o da consultoria. Você conhece muito sobre determinado assunto? Então, por que não expandir e ajudar pessoas que querem saber mais sobre isso, ou até chegar aonde você chegou profissionalmente mas não sabem como fazer isso? Seu conhecimento vale ouro!

As redes sociais podem te ajudar a ter uma imagem de autoridade, e você realiza seus atendimentos via Skype, ou pelo Hangout do Google, ganhando em casa. Claro que precisa de muito planejamento e estar sempre que possível se atualizando, afinal, as informações não param e sempre surgem dúvidas novas, e complexas. Esteja preparado e disposto a aprender.

3- Freelancer

Uma modalidade que não demanda de você o marketing digital, mas que trás uma outra habilidade em destaque: planejamento. SIM! Se você gosta de fotografia, revisão de textos, escrita, design gráfico, criação de aplicativos, de sites, de até dar aulas, essa se torna uma ideia interessante. Existem lugares que permitem que você empreenda tranquilamente como: 99Freelas, Workana e Getninjas (nesse site o foco é serviços, não necessariamente desse ramo de comunicação e educação, mas varia de personal stylist até assistência técnica. E sim, dão todo suporte para você)

4- Instagram

Se esse aplicativo não sai da sua cabeça, pode ser uma boa para começar a ganhar dinheiro e ter seu negócio online. Por ser uma ferramenta muito utilizada para vendas, você pode investir tempo em fotos que irão chamar atenção do seu público. Exemplo: se você fechar parceria com uma loja de roupas, e divulgar as fotos no seu perfil. Ao vender as peças, você ganha em cima de cada venda, ou até mesmo pela divulgação. Além disso, há a possibilidade de montar uma loja online no próprio Instagram. Fora que se o seu perfil tiver mais de 10 mil seguidores, há quem pague você para fazer um anúncio para ter visibilidade.

5- Blog

Se o seu forte for escrever, aqui está uma boa opção para empreendimento digital. Além de adquirir muitos contatos nesse ramo, você ainda pode ter ajuda do Google ao seu favor e ativar o Google Adsense que permite que tenham anúncios no seu site, e ao leitor interagir e clicar nele, você ganha dinheiro. Fora parcerias com empresas que precisam de divulgação e veem no seu blog, uma oportunidade de alcançar mais pessoas. Você pode começar criando um pelo WordPress, ou Blogspot, ou então se não quiser se arriscar, há desenvolvedores de todos os gêneros que cobram de R$ 200,00 a R$ 5.000,00 para criar um site bom e que atenda suas necessidades.

6- E-commerce

Neste item existe muito mais gastos do que os anteriores, por se tratar de uma loja online que é totalmente sua. O Instagram por exemplo, não é seu, porque se amanhã ele cair como aconteceu com o Orkut, seus dados e investimentos ficarão fincados nesse aplicativo, já que eles fornecem um espaço para vender, postar fotos, e toda a estrutura enquanto você alimenta com conteúdos e detalhes do seu produto. Agora o e-commerce, seria com um terreno apenas seu, e justamente por isso dá muito mais trabalho. Se você pretende vender bolsas, jóias, ou até um e-book que você escreveu, toda a diagramação da loja, das imagens, as especificações, frete, tudo fica por sua conta. E cabe saber sobre marketing digital, e até ter noções de logística, para não perder dinheiro e evitar problemas futuros. Fora a parte técnica para manter tudo ativo e sem problemas na hora do cliente clicar no carrinho de compras e saber onde finalizar a compra, que forma de pagamento escolher, etc.

Essas são algumas das opções de negócios digitais lucrativos. Mas como foi dito no início, é um universo amplo, e você pode testar de tudo para ver com qual escolha se encaixa mais no seu perfil, na sua realidade! Inclusive, se você pesquisar à respeito de empreendimentos digitais, vai encontrar mais conteúdos sobre: Amazon FBE,
Dropshipping, Kindle direct publishing, franquia digital, canal de vídeos no Youtube, Marketplaces, serviço de assistente virtual, Flipping, Royalties e muito mais.

Está em dúvida por onde começar? Faça uma análise de todos os itens e quanto de dinheiro você tem disponível para investir. Para empreender você precisa ter pé no chão e consciência de até onde pode ir. Os resultados vem aos poucos assim como qualquer tipo de negócio. Se você se dedicar e sempre se informar, se atualizar no ramo que escolheu, as chances de crescer são enormes. Caso ainda esteja com receio, e não saiba como criar seu negócio digital, entre em contato conosco. Fique a vontade para tirar suas dúvidas, teremos muito prazer em ajudá-lo. Afinal, a Bento Contabilidade é especialista na abertura e na regularização de negócios digitais.