O que os bancos estão fazendo em meio a pandemia do COVID-19

O coronavírus se instalou no mundo e está trazendo muitas transformações, isso é fato. Porém, não foram apenas as empresas, a rotina das pessoas e os animais que foram atingidos pelos efeitos dessa pandemia. Os bancos também estão tomando diversas atitudes diante do ​COVID-19 para que se torne possível passar por essa situação da melhor forma. Confira as medidas que estão sendo realizadas:

1- Nubank

O queridinho banco roxinho está crescendo e adotando maneiras de conquistar ainda mais o público. De acordo com David Vélez, CEO e fundador do ​Nubank​, houve um aumento muito significativo de pessoas acima de 70 anos abrindo conta digital, e uma maior quantidade de depósitos registrados na empresa: ​“A pessoa que antes tinha resistência em abrir uma conta digital, agora abre. Quem gostava de tomar um café com gerente e agora não pode mais, abre a conta digital. Esse choque forçou a sociedade a se digitalizar em serviços financeiros.”​.

Você deve estar se perguntando, mas o que há de tão especial no ​Nubank​? Eles estão permitindo:

● Clientes que utilizam o cartão de crédito terão a ​possibilidade de parcelar a fatura em até 12 vezes com juros de 1,9% ao mês (disponível para quem não estiver em atraso);

● Prorrogação de vencimentos;

● Promoção de auxílio médico e auxílio emocional (o banco disponibiliza códigos, que irão permitir que você tenha esses serviços sem custo. ​Leia mais para saber os detalhes​);

● Negociação de empréstimo (opção de 60 dias);

● Transações funcionando normalmente;

● O banco funciona 24 horas por dia, durante sábado e domingo também, contando com opções de atendimento como: chat, telefone e e-mail.

2- Itaú

O banco Itaú, também tomou medidas de impacto durante essa pandemia do coronavírus. No ​site deles é possível assistir vídeos informativos sobre cuidados que devem ser tomados para ficar bem durante essa fase do COVID-19. Em uma matéria para o ​G1​, o presidente do banco Itaú, Candido Bracher disse: “​Todos nossos esforços estão voltados a podermos apoiar nossos clientes durante a crise e no longo período de recuperação que se seguirá à ela. Para tanto, é fundamental manter um balanço forte e é com este objetivo que incrementamos significamente nosso nível de provisões”.

Sendo assim, confira as iniciativas do Itaú:

● Atendimento em agências físicas das 09:00 às 10:00 para beneficiários do INSS e aposentados. E para o público em geral, das 10:00 às 14:00;

● Atendimento em agências digitais das 09:00 às 16:00;

● Por conta do coronavírus, o cuidado com aglomerações está sendo tomado, permitindo até 10 pessoas por vez na agência.

Segundo o CEBDS, Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável: ​“ O Itaú irá doar R$150 milhões para ajudar no combate ao COVID-19. O valor virá da Fundação Itaú para Educação e Cultura e do Instituto Unibanco e será utilizado para a infraestrutura hospitalar, equipamentos médicos, cestas de alimentação e kits de higiene. O intuito é apoiar comunidades vulneráveis e ajudar no tratamento dos infectados pelo coronavírus.”

3- Caixa

Um dos cinco maiores bancos do Brasil, a ​Caixa está ampliando linhas de crédito e diminuindo taxas de juros. A Caixa liberou R$3 bilhões para hospitais, e santas casas, locais que prestam serviços para o SUS. Mas não são apenas essas medidas que o banco está tomando. Leia mais:

● Prorrogação de pagamentos;

● Para as pessoas físicas as taxas que foram diminuídas referentes à: crédito consignado a partir de 0,99% ao mês, penhor a partir de 1,99% ao mês e CDC a partir de 2,17% ao mês;

● Possibilidade de solicitação de pausa de até duas prestações de contratos habitacionais;

● Opções de linhas de crédito diferenciadas;

● Redução de juros para micro e pequenas empresas.

4- Santander

Este banco teve uma denúncia recentemente através de funcionários, em ​agências de Santos. Porém, há uma visão de auxiliar a população assim como os outros bancos: “Neste cenário de incertezas e preocupações, é fundamental zelar pela segurança de todos e dar mais tranquilidade ao cliente na gestão de suas finanças.” - diz o presidente do ​Santander​ Brasil, Sérgio Rial.

Dessa maneira, o banco está permitindo:

● Ampliação de 10% no limite de cartão de crédito;

● Chance de prorrogar parcelas por 60 dias;

● Além de incentivar o uso de canais digitais, para que todos tenham mais segurança neste momento delicado. Enfim, os bancos Bradesco, Banco do Brasil, também determinaram que será possível a prorrogação dos vencimentos de dívidas de pessoas físicas ou pequenas empresas, micro empresas. Todos com a opção de 60 dias.

Dessa maneira, os clientes possuem tempo para se adaptar a essa crise que pegou todos de surpresa em pleno início de 2020. A economia está sofrendo pelos impactos do coronavírus e as pessoas também. Sendo assim, vale reforçar que todos os cuidados devem ser tomados, seja em relação à sua saúde física quanto à saúde das suas finanças. Já pensou o que fazer com o dinheiro que você recebeu do auxílio emergencial? Além de pagar suas contas, já pensou na possibilidade de duplicar uma parte que sobrar? Negociar dívidas, avaliar gastos, itens essenciais de consumo, e até hábitos pode ser a chave para resolver problemas financeiros nesse momento de crise e pandemia.

Não espere as respostas caírem do céu, o coronavírus está aí trazendo uma série de caos e aprendizados, e suas ​finanças estão nas suas mãos. O que vai fazer com elas? Seja sensato, e organize seus gastos, metas, tudo. Essa fase de pandemia vai passar, mas se você não souber aonde quer chegar, como e de que jeito, fica difícil ver uma luz no final do túnel e ter boas expectativas para o cenário mundial.

Transforme o que puder transformar, cuide-se e se possível estender a mão e ajudar alguém, faça. Você não precisa ser presidente de um banco e doar milhões como foi dito aqui neste post, o que estiver ao seu alcance é válido nesta fase em que todos precisamos uns dos outros. Quando se faz com coração, o gesto realmente é nobre.

E lembre-se: a ​Bento Contabilidade​ está aqui para ajudar você.

By contabilit Coronavírus 0 Comments